O maranhense Gilberto Rodrigues dos Anjos, preso recentemente pelo brutal assassinato de uma mãe e três filhas em Sorriso (MT), agora enfrenta acusações relacionadas a um crime cometido em Mineiros, no sudoeste goiano. O crime em questão é um latrocínio envolvendo o jornalista Osni Mendes, morto em 2013.

Segundo a denúncia do Ministério Público de Goiás, Osni Mendes ofereceu carona a Gilberto após se conhecerem em um bar. Durante o trajeto, Osni tentou se relacionar amorosamente com Gilberto, que reagiu com violência, resultando em uma luta corporal. Gilberto nocauteou e enforcou Osni com a própria camisa, roubando em seguida o carro da vítima.

Preso maranhense que estuprou e matou mãe e três filhas em Mato Grosso

Após ser preso em flagrante, Gilberto confessou o assassinato do jornalista. Embora tenha ficado detido por mais de 160 dias, uma decisão judicial em junho de 2014 resultou no relaxamento de sua prisão devido ao excesso de prazo na conclusão do inquérito policial. O acusado foi liberado, tornou-se foragido e somente agora, com sua prisão em MT, o processo do assassinato de Osni foi atualizado para réu preso pela Justiça de Goiás.

2 thoughts on “Maranhense da chacina de mãe e filhas enforcou e matou jornalista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *