O policial militar amarrado deitado no asfalto durante uma manifestação na BR-206, nesta quarta-feira, 29, foi espancado e esfaqueado, conforme informações obtidas por O INFORMANTE. O PM está em observação no hospital do município de Nunes Freire, sem risco de morte.

O PM foi imobilizado durante um protesto próximo ao povoado Vilela, na região de Governador Nunes Freire.

Integrante do 31º Batalhão da PMMA, sediado em Nunes Freire, ele presta serviço em Cândido Mendes, e estava voltando dessa cidade quando deparou com a manifestação. Impedido de passar, ele entrou em desentendimento com os manifestantes, que, com o acirramento da discussão, imobilizaram-no e passaram a espancá-lo. Um dos manifestantes se aproveitou e esfaqueou o militar, que ainda permaneceu amarrado no asfalto, mas depois, com a chegada da polícia, foi removido para o hospital de Nunes Freire, onde está em observação médica, sem risco de morte.

PM é amarrado no asfalto por manifestante durante protesto no interior do Maranhão

O protesto – O protesto dos moradores tem origem em questões agrárias relacionadas a grilagem de terras na região. Essa não foi a primeira vez que os moradores interditaram a rodovia, tentando chamar a atenção das autoridades para a solução do problema. Nesta quarta-feira, voltaram a interditar a estrada, com o mesmo objetivo. Eles querem fim da grilagem de terras na área. Os manifestantes pedem a determinação imediata da manutenção de posse para os camponeses.

Os trabalhadores rurais denunciam que estariam enfrentando ameaças por parte de pistoleiros a serviço de fazendeiros locais. Em busca de solução para o conflito, eles reivindicam assistência das autoridades para garantir a segurança na região e resolver as disputas territoriais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *