Nesta quarta-feira, 29, cerca de 90 policiais civis deflagraram uma operação de combate ao crime de organização criminosa em São Luís.

Os alvos incluíam endereços nos bairros do Polo Coroadinho e o sistema prisional maranhense.

A operação conduzida pelo Departamento de Combate ao Crime Organizado (DCCO/SEIC) tinha como foco principal cumprir 14 mandados de prisão e 17 de busca e apreensão contra lideranças do Primeiro Comando do Maranhão.

Este grupo é investigado por crimes como organização criminosa, tráfico de drogas e homicídio, resultando na prisão de 12 pessoas.

Entre os casos investigados, o grupo é suspeito de vários homicídios na região do Coroadinho, incluindo o trágico incidente onde dois adolescentes foram mortos durante uma partida de futebol em julho de 2022, no bairro Primavera/Bom Jesus.

Além disso, uma criança de 8 anos foi ferida pelos disparos.

As investigações também apontam que esse grupo é responsável pelo tiroteio ocorrido em maio, resultando nas mortes dos adolescentes Marília Mauritânia Alves Costa e Gabriel Silva Gomes, no bairro do Coroadinho.

A força-tarefa envolveu policiais civis da Superintendência Estudal de Investigações Criminais (SEIC), Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP), Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC) e SPCC.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *