A Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), gestora do Porto do Itaqui, foi avaliada com nível de excelência por auditoria realizada de acordo com a Resolução número 306/2002, do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), que estabelece os requisitos mínimos e o termo de referência para realização de auditorias ambientais. Esta auditoria é uma medida importante para garantir a segurança ambiental e a gestão adequada de resíduos.

A gerente de Meio Ambiente da EMAP, Luane Lemos, e a auditora Denise Leite

“Como é gratificante ouvir um relatório de auditoria com tantos elogios aos procedimentos, à equipe e ao trabalho desenvolvido. Tenham certeza de que o Porto do Itaqui tem seus olhos voltados para o meio ambiente e procura sempre agir de modo ágil para melhorar continuamente nossos processos neste quesito”, disse o presidente da Emap, Gilberto Lins.

Gilberto Lins, presidente da Emap, comemorou o resultado

De 23 a 26 de maio, foram avaliados diversos aspectos do Sistema de Gestão Ambiental da empresa, como a segregação, armazenamento, transporte, tratamento e disposição final dos resíduos, além do treinamento dos profissionais envolvidos no processo. De acordo com os auditores, a Emap demonstrou resultados que refletem a sua política de melhoria contínua.

“Queria parabenizar a equipe, pois, com nossa experiência de auditoria em portos e empresas, podemos atestar os ótimos padrões encontrados aqui e também a busca contínua a equipe por melhorias”, destacou a auditora Denise Leite.

ISO 14001 – Além de passar pela auditoria ambiental Conama 306, desde 2018 o Porto do Itaqui integra o seleto grupo de portos públicos brasileiros que possuem a certificação ISO 14001, que atesta os requisitos de um Sistema de Gestão Ambiental e exige compromisso da empresa com a preservação do meio ambiente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *