O governador Carlos Brandão deve disputar o Senado em 2026, o vice e atual secretário de Educação, Felipe Camarão, é o candidato natural do grupo ao governo, e o apoio do PSDB à candidatura de Duarte Júnior à prefeitura de São Luís não será automático. A avaliação foi feita pelo secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Maranhão, Sebastião Madeira.

Carlos Brandão, Felipe Camarão e Sebastião Madeira. Foto: Marrapá

“Eu fui prefeito, o Brandão é governador. Todo mundo é divino, maravilhoso e cheiroso. Na hora que não for mais e se não tiver mandato, não é mais cheiroso, não é mais divino e não é mais maravilhoso. Ele não iria contra a ordem natural das coisas para acabar sendo prejudicado”, disse Madeira em entrevista, nessa quarta-feira, 24, à rádio Difusora News FM, no programa Expediente Final.

Para Madeira, Brandão é ainda novo e depois de ser senador por oito anos pode novamente, se quiseres, disputar o Palácio dos Leões.

Carlos Brandão terá que deixar o Palácio dos Leões em abril de 2026, e Felipe Camarão assume o governo, sendo candidato a governador no cargo.

Madeira fez elogios a Felipe Camarão e demonstrou total apoio para o titular da Seduc suceder Brandão. “É um cara absolutamente correto, leal, preparado. Não tem razão nenhuma para que isso não aconteça”, afirmou.

O ex-prefeito de Imperatriz não acredita que Brandão ficará até o final do governo. “Seria catitu fora do bando. É comida de quem? De onça. Aí o governador sai do grupo que o apoiou, sai de todo um conjunto, para poder fazer um enfrentamento absolutamente inócuo e desnecessário. Não só acredito, mas defendo que ele vá ocupar a cadeira dele do Senado. Passe oito anos. É novo, se um dia quiser voltar a ser governador, aí é avaliação dele”, ressaltou.

Em relação ao nome que seria companheiro de chapa de Brandão na disputa pelo Senado (Fufuca, Márcio Jerry, Eliziane Gama, Weverton Rocha), Sebastião Madeira esquivou-se de responder. “Se fosse pra defender, eu defendia eu mesmo”, brincou.

Sucessão de Braide – O secretário foi questionado sobre a sucessão do prefeito de São Luís, Eduardo Braide. Ele disse que a tendência é o PSDB apoiar o nome do deputado federal Duarte Jr; porém, ressaltou que isso não ocorrerá de forma automática. “Ele nunca me procurou pra gente conversar sobre isso. Não vai ser assim. Ele tem que vir me procurar pra gente sentar e conversar, não é só perguntar quando o partido vai apoiá-lo. Já o Braide hoje mesmo eu estava em uma solenidade com ele e só não saiu beijo”, declarou o chefe da Casa Civil de Brandão, ao frisar que tem uma boa relação com o prefeito da capital.

Em Imperatriz, Madeira confirmou que, apesar de ser dar bem com o deputado federal Josivaldo JP, seu apoio será ao deputado Rildo Amaral, pois o parlamentar esteve na campanha de governador de Brandão na cidade. (Com Blog John Cutrim).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *