-->

O INFORMANTE teve acesso a vídeos que foram gravados pelo empresário Rafael Oliveira, encontrado morto no imóvel onde residia em São Luís, no mês passado. As imagens mostram agressões sofridas por ele praticadas por Marina Trovão, ex-mulher e ex-sócia dele na farmácia de manipulação Botica.

Além dos dois vídeos abaixo, outros estão inseridos nos processos judiciais na qual Rafael ajuizou visando receber sua parte dos bens que construiu junto à ex-esposa em quase 20 anos de relação. Na ocasião, Marina Trovão expulsou Rafael Oliveira da Botica e ficou com os dois apartamentos deles, os dois carros e 100% da empresa.

Rafael Oliveira ficou sem proventos e sobrevivendo de ajuda de familiares e amigos, haja vista que até o plano de saúde e odontológico, Marina cortou.

A situação fez Rafael se desesperar e, somente agora, a justiça está confirmando que o empresário tinha razão e que Marina agiu de má fé desonrando a memória do ex-marido e o processando na Lei Maria da Penha. Até de estuprador e espancador ela o acusou nos processos, algo que a justiça confirmou ser falso.

Veja imagens gravadas por Rafael que mostram as agressões sofridas por ele:

Advogada manifesta lamento – Um desabafo feito recentemente pela advogada de Rafael , Valéria Lauande, confirma que questões pendentes na Justiça decorrentes de um processo judicial teriam feito com que o empresário tirasse a própria vida devido à dor e ao sofrimento causados pela ex-mulher que teria ficado com todos os bens após separação.

Rafael não conseguiu esperar tanta demora, tanta injustiça. E o sentimento de impotência e de frustração me invadem, e as lágrimas escorrem sem controle. Lutei, mas perdi a guerra. Ver a família devastada, a dor do pais, dos irmãos e a revolta de todos me faz refletir sobre nosso propósito de vida”, lamentou Valéria.

A advogada afirmou na publicação que seu cliente foi injustiçado. “Defender o direito dos nossos clientes é uma missão que enobrece, mas que traz consigo a responsabilidade de agir com verdade e boa-fé, com afinco, destemor e com perseverança incessante, para que o processo não seja uma semente de desesperança e de tormento, pois afirmo: não há dor maior do que ser injustiçado. Vamos continuar lutando pela honra e pelo nome de Rafael”.

Sobre Marina Trovão – O INFORMANTE, Marina, atual dona da Botica, já se envolveu em alguns imbróglios, inclusive com processos judiciais contra ela.

Em março do ano passado, a empresária se envolveu em um acidente e bateu o automóvel em um outro que estava parado em frente a uma farmácia no bairro João Paulo.

Naquela ocasião Marina se descontrolou, discutiu e ameaçou agredir o condutor do outro carro, que quase teve a porta arrancada durante a batida. O caso foi parar na delegacia e segue na justiça.

5 thoughts on “Ex-sócio da Botica encontrado morto gravou vídeos sendo agredido e ameaçado pela ex-esposa

  1. Jesus Cristo misericórdia de Rafael, eu conheço as atitudes dela, em uma campanha pra eleição do seu sogro, o professor Antônio José Silva Oliveira, discutiu com alunos, palavras de baixo escalão. Ódio, raiva, sentimento ruim q estou tendo ao assistir esse vídeo. Que Deus cuide vc Rafael, no céu ao lado do pai. O q o ser humano é capaz de fazer por dinheiro. 😪😪😪😪😪😪 q a justiça seja feita!

    1. Muito triste saber que por detrás de uma aparente “beleza feminina” na realidade se perpetua uma canalha, uma gananciosa e uma covarde criatura sem escrúpulos e sem dignidade!!!!! Muito lamentável e assustador poder se ver até que ponto pode chega essa “mulher” movida pela ganância desvairada pelos bens materiais. Vai morrer e não vai poder levar absolutamente nada desses “seus” bens materias dentro da sua urna funerária!!!!! Muito lamentável e desumano tal atitude!!!!

    2. Se faz muito necessário neste momento, a divulgação também dos outros vídeos que o falecido empresário Rafael Oliveira gravou como provas incontestes contra a empresária Marina Trovão e contra a sua covarde trama seu O INFORMANTE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *