Somando forças em uma corrente do bem, o Sistema Fecomércio/Sesc/Senac do Maranhão mobilizou esforços, com dezenas de empresas maranhenses, para auxiliar as vítimas das chuvas no estado entre os meses de março e maio. A ‘Campanha S.O.S Enchentes – Empresa Solidária’ que, integrou ações conjuntas entre instituições do Comércio, Indústria, Agricultura, Governo do Maranhão, Corpo de Bombeiros (CBMMA) e Defesa Civil, prestou ajuda humanitária às milhares de famílias afetadas pelas enchentes, através da doação de itens essenciais.

A última remessa de donativos foi entregue nesta terça-feira (23), em evento realizado na sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Maranhão (Fecomércio-MA), com a presença de empresários, gestores do executivo estadual, bombeiros e entidades sindicais.

Com o apoio do Programa Mesa Brasil e da Confederação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o Sistema Fecomércio no Maranhão realizou ao longo da campanha a entrega de 5 mil cestas básicas, 4 mil garrafas de água mineral, 4 toneladas de biscoitos, além de dezenas de colchonetes. Os donativos foram destinados às cidades do estado com Decreto de Situação de Emergência (78) e Calamidade Pública (02), onde se encontram milhares de famílias desabrigadas ou desalojadas.

“Neste momento de imensa necessidade, nós do Sistema Fecomércio, com o apoio da CNC, não medimos esforços para minorar as dificuldades das comunidades prejudicadas com as fortes chuvas. Seguiremos apoiando esta frente humanitária enquanto for necessário, sobretudo, por meio do Mesa Brasil que já atua fortemente no combate à fome e ao desperdício de alimentos”, pontuou o presidente da Fecomércio-MA, Maurício Feijó.

Ao todo, a mobilização do Sistema Fecomércio e das demais entidades empresariais, entre as quais, Federações da Indústria (Fiema), da Agricultura e Pecuária (Faema), da Câmara de Dirigentes Lojistas (FCDL), das Associações do Comércio e Indústria de Imperatriz (ACII), Comercial do Maranhão (ACM), de Jovens Empresários (AJE), de Supermercados (Amasp) de Criadores (Acem) e Centro das Indústrias do Maranhão (Ciema) consolidou 4 remessas de donativos, que foram entregues à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) para destinação apropriada às vítimas.

Esta força-tarefa arrecadou 42 mil cestas básicas, 10 toneladas de material de limpeza, 47 mil litros de água mineral, 2.300 de fardos de papel higiênico, guardanapos, lenços umedecidos e papel toalha, 200kg de roupa e 250 colchões.

“Reforço que esta causa é não é só do Governo do Maranhão, mas de todos nós, maranhenses, que podemos nos unir para ajudar quem mais precisa. Estamos imensamente gratos pela parceria dos empreendedores e entidades maranhenses. Que podemos seguir juntos, dando mais a quem tem menos”, destacou o governador do Maranhão, Carlos Brandão, durante o recebimento da 3ª remessa de donativos.

Empresa Solidária –  Na frente do ‘Empresa Solidária’, o enfrentamento da Situação de Emergência e Calamidade nos municípios do estado foi possível por meio das ações de Responsabilidade Social Empresarial de cerca de 50 empresas de diversos segmentos, envolvendo grupos que atuam desde o comércio de materiais elétricos a motocicletas, passando pela indústria alimentícia, de bebidas, da construção civil, de produtos de limpeza, entre outras.

“Este resultado positivo se deve à grande união de forças das entidades de classe em conjunto com engajamento de dezenas de empresas que prontamente atenderam ao chamado do governador. Nosso obrigado a todos que ajudaram e se empenharam para amenizar o sofrimento do povo maranhense”, declarou o coordenador da campanha e vice-presidente da Fiema, Cláudio Azevedo.

Responsabilidade Social no Mesa Brasil –  As ações humanitárias do Mesa Brasil também se fizeram presentes nos momentos mais críticos da pandemia da Covid-19 em 2020 e 2021, quando por meio do Departamento Nacional do Sesc, da Global Foodbanking Network (GFN) e da parceria de inúmeras empresas, o Maranhão foi beneficiado com centenas de cestas básicas, criando uma rede de combate à fome em diversos municípios maranhenses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *