Em 2023, a instituição facilitou o acesso à tecnologia a mais de 600 empresas maranhenses por meio do programa Sebraetec

Para o proprietário da Ramos Agropecuária, de Barreirinhas, as consultorias do Sebraetec o ajudaram a enxergar novas oportunidades (Foto: Arquivo pessoal)

Subsídios de 70% em consultorias para modernizar pequenos negócios. Esse é um dos principais atrativos do Sebraetec, programa que dispõe de rede credenciada para ofertar consultorias de inovação e tecnologia a microempreendedores individuais (MEIs), microempresas (ME), empresas de pequeno porte (EPPs), produtores rurais e artesãos. Em 2023, o Sebrae Maranhão injetou R$ 8.582.474 nos mais de 600 empreendimentos maranhenses beneficiados pelo programa no período.

“Desde o início de suas operações, o Sebraetec tem desempenhado um papel crucial no impulsionamento das micro e pequenas empresas maranhenses, proporcionando-lhes acesso a serviços especializados e tecnológicos. Ao longo dos anos, testemunhamos um aumento significativo na demanda pelos serviços oferecidos pelo Sebraetec, indicando a crescente conscientização das empresas locais sobre a importância da inovação e modernização para a competitividade no mercado”, avalia a gestora estadual do programa, Késsya Barros.

No Maranhão, MEs e produtores rurais foram o principal público atendido pelo programa no ano passado, seguido por EPPs. Das mais de 250 fichas técnicas de consultoria que compõem o portfólio de soluções do Sebraetec, as mais consumidas em 2023 foram Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF); Fertilização in Vitro (FIV); Design de Ambientes; Resíduos sólidos; Branding; NR 10 – Instalações elétricas; Controle e Melhoria de Processos; Boas Práticas de Higiene e Segurança de Alimentos; Comunicação Visual; e Formação de franquia.

A Diverno Gelato, sorveteria com unidades espalhadas pela capital São Luís, é um dos empreendimentos atendidos pelo Sebraetec. No ano passado, a empresa contratou a consultoria Boas Práticas de Higiene e Segurança de Alimentos, mas a parceria com o Sebrae, por meio do programa, não é de hoje, vem desde o início do negócio. “Eles entram com ferramentas para nos auxiliar a gerir e a administrar o nosso negócio. Todos os projetos que eu preciso, sempre procuro o Sebrae para pedir um auxílio”, afirma Rodrigo Lima, proprietário da Diverno.

Interiorização da inovação —O Sebraetec tem expandido sua presença no estado, estabelecendo parcerias estratégicas e ampliando sua oferta de serviços e rede de consultores credenciados para atender às variadas demandas do setor empresarial. No total, 149 municípios maranhenses foram contemplados, o que corresponde a 69% do total de municípios do estado.

Em Barreirinhas, uma das localidades abrangidas pelo programa, o zootecnista Vinícius Ramos buscou, no ano passado, o Núcleo de Atendimento Empresarial (NAE) do Sebrae para contratar as consultorias de Boas Práticas na Apicultura e na Meliponicultura, e Boas Práticas na Avicultura, oferecidas pelo Sebraetec. Vinícius é proprietário da Ramos Agropecuária, microempresa que atua na produção de frango, mel e hortaliças desde 2022, no município.

Segundo o empreendedor, a experiência o fez enxergar a oportunidade de trabalhar oferecendo consultorias para o segmento de hortas e produção animal. Assim, abriu uma segunda microempresa, a Ramos Consultoria, sediada em São Luís, e contratou técnicos rurais para atendimento das demandas do negócio. “As consultorias foram exatamente como eu achava que eram e me agregaram muito conhecimento e vivência da atividade que eu sempre quis ter”, conta.

Desde o início do negócio, a Diverno Gelato vem contratando diversas consultorias do Sebraetec, que colaboraram para o desenvolvimento do negócio

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *