O decano do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, manifestou otimismo em relação à nomeação do ministro da Justiça, Flávio Dino, para a mais alta corte do país. Em entrevista à Folha, Gilmar elogiou o perfil “jurídico sólido” de Dino e destacou sua contribuição política.

“Tenho a melhor expectativa [sobre o trabalho de Dino]. Acho que vem uma pessoa de perfil jurídico sólido e de perfil político bem desenhado e acho que reforça a composição do Supremo Tribunal Federal”, afirmou Gilmar Mendes.

Questionado sobre seu envolvimento na indicação de Dino, Gilmar esclareceu: “Não, não, veja que me atribuem tanta coisa. Eu sou, de fato, uma pessoa que… nós temos uma vida em comum, em algum momento as linhas se cruzam.”

O decano ressaltou a trajetória compartilhada com Dino, desde a época do ex-ministro Nelson Jobim até a colaboração na implementação da reforma da emenda constitucional 45, de 2004. Gilmar destacou o trabalho conjunto quando Dino optou por ingressar na política, colaborando no projeto do chamado Pacto Republicano.

Sobre sua contribuição em indicações, Gilmar também mencionou o elogio ao trabalho de Paulo Gonet, outra nomeação sua à Procuradoria-Geral da República (PGR).

“Quando surgem nomes, a gente [contribui] eventualmente, se as autoridades responsáveis pela designação pedem sugestões e tal. Eu às vezes me permito sugerir ou fazer considerações, e, neste caso específico, há uma dificuldade de ter nomes diante de tudo que ocorreu”, concluiu o ministro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *